quarta-feira, 6 de julho de 2016

Resenha: Show de estreia da banda “EDEN SEED” no estúdio Espaço Som



Nosso Brasil é um grande berço de revelações musicais, claro que sabemos disso, e no universo da música pesada, verde – amarela não é diferente, sempre surgindo novos talentos e atrações dentro da Cena Underground Nacional. Bom aos leitores do Blogger “Chama do Metal”, estivemos presentes à estreia da banda Eden Seed e gostariamos de deixar um recado aqui em essa nota. A banda registrada aqui não emprega a religião em suas composições e não faz nenhum tipo de abordagem ao tema, o único intuito dos mesmos é realizar um projeto profissional e artístico como podemos encontrar nesse registro. Independente da religião, o fato de “Gisele” ser muçulmana é opção pessoal dela, que não interfere ao trabalho da banda.

E as vésperas do fechamento do mês de junho, em uma quarta-feira, foi realizado um “Pocket Show” no estúdio ‘Espaço Som’, localizado em Pinheiros,  na Teodoro Sampaio, marcando a estreia da banda paulista EDEN SEED. Os mesmos realizaram o show para um grupo de convidados que foram lá para prestigiar o espetáculo que estava por vim, nessa noite de quarta.


Mas vamos ao início desse registro! Por volta das 21h00min, os convidados presentes já acomodados no espaço do estúdio, teve uma ótima surpresa que surgiu ás costas de todos, que foram adentrando até chegar a frente do palco, o “Derbakista” ‘Anderson Vaccari’, apareceu tocando o seu instrumento de percussão Árabe acompanhado pela professora de dança típica da região ‘Silvia Aidar’. A dupla se encarregou de abrir o show com uma dança tradicional. Ao fim desse espetáculo a parte, realizado pela dupla os músicos Gilberto Meneses (Bateria), Caio Caruso (Baixo), Gisele Marie Rocha (Guitarrista) e o Claudio Marchese (Vocal), se fizeram presentes, iniciando sua prestação através dos acordes rasgados de ‘Gisele’, abrindo com canção de autoria “Return”, demonstrando a essência do Thrash Metal, que podíamos sentir os flertamentos  de suas influências individuais.


 Em falar em valimento e sem perder tempo ‘Gisele’, uni ao término de (Return), os riffs conhecidíssimos de nós, falo da música “Symptom Of The Universe” (Black Sabbath , versão do Speak  Of The Devil – Ozzy Osbourne), que por sinal muito bem executada por seus músicos que empenhavam  experiência de sobra em seus instrumentos, me chamando atenção por seus refinamentos musicais.
Ao fim da “cover”, o frontman ‘Claudio’ encontra um momento para agradecer a presença de todos, nessa noite  dizendo: “ Esta noite é o lançamento oficial da EDEN SEED  e vamos aproveitar para passar um tempo com vocês para conhecerem o nosso trabalho, beleza!”. Em seguida o mesmo anuncia mais uma canção de autoria “Night Rider”, que logo vem acompanhada de “Earth” repleta de riffs densos com compassos fortes, que o baixo de ‘Caio’ e a bateria de ‘Gilberto’ se encarregavam de dar todo o tempero coeso da canção.


Com o bloco de trincas autorais, o frontman ‘Claudio’ diz: “Agora essa é para ver se desperta um pouco de solidariedade, em nossos corações, de todo mundo e desse planeta que está precisando muito”.  E eis que os acordes se iniciam em pequenas notas, acompanhadas pela voz mágica de ‘Claudio’ dando vida a canção “Between Life And Death” que em determinadas passagens essa notas eram quebradas por riffs densos com solos cadenciados, ganhando muito peso e vigor.


Com o fechamento dessa trinca, a banda Eden Seed, faz uma homenagem ao lendário guitarrista ‘Randy Rhoads’, que a nossa “Munaqaba” é uma grande fã e apreciadora de seu trabalho e os acordes da música “Crazy Train” (Ozzy Osbourne), vem pelas as mãos da fã, que nos presenteia com uma bela cover, mais uma vez o ‘Claudio’ nos impressiona com sua bela e poderosa voz e onde ‘Caio’ tirava timbres incríveis de seu instrumento, acompanhados pela manipulação do kit do baterista ‘Gilberto’.
E ao fim de mais uma “Cover”, a noite só vai ganhando forças com mais uma música autoral, “Disturbing The Silence”, cheia de efeitos (que me fez lembrar do grande guitar- man , Jimi Hendrix) e pude notar algumas pitadas de “Blues” dando uma pegada bem bacana a canção um pouco mais contida, mas sem perder o peso e magia. E na trajetória da composição, os convidados foram agraciados por mais uma bela apresentação  ao palco onde teve a participação da professora de dança Árabe ‘Silvia Aidar’ desenvolvendo uma típica dança, que o “Derbakista” “Anderson Vaccani”  marcava os compassos da dança, através de seu instrumento.


E o clima vai se consolidando noite adentro, ganhando gás com execuções de “Spirits In Hell”, e na sequencia a próxima música fica a cargo de uma surpresa “A Hora e a Vez do Cabelo Nascer” ( Cover do grandioso Mutantes), que dispensa comentários , pela forma impecável  que a banda Eden Seed desenvolveu a composição.
Infelizmente estamos caminhando ao final, mas a Eden Seed  aproveita para parabenizar ‘Ingrid’ amiga da guitarrista ‘Gisele’, que se encontrava presente a plateia. O frontman aproveita para deixar uma mensagem a todos presentes através da composição autoral “No Vilonce”, que entrou como bis, em sua última prestação, fechando assim o seu bloco de canções.

Agradecimentos:

Bom gostaria de agradecer a Gisele Marie Rocha e juntamente a banda Eden Seed, pelo o convite para estarmos registrando esse momento muito importante, que veio ser a estreia desse quarteto na cena Metal nacional. E Desejo muito sucesso ao caminho de vocês e sejam bem vindos ao nosso universo da música pesada. PARABÉNS EDEN SEED! 

Links: