segunda-feira, 31 de julho de 2017

Entrevista: Grinding Reaction


Olá Renato, fico muito agradecido por ter aceitado o convite pra responder algumas perguntas.
Ítalo Brandão: Atualmente vocês estão produzindo um novo disco certo? Quais são as expectativas pro mesmo? A sonoridade estará mais pesada neste disco?

Renato Grinding: É um grande prazer! Sim estamos trabalhando no nosso quarto registro, o primeiro Full Lenght. As expectativas são as melhores possíveis! O próximo trabalho vai vir com mais influências do Metal, com partes mais melódicas e algumas músicas com solo. Mas sem perder a pegada Hardcore, característica da banda.

Ítalo Brandão:
Atualmente a gravadora Diabolicum Records Anunciou o Lançamento de um EP de vocês chamado "Tempo, Persistência e Fúria" com um tiragem limitada a 100 copias qual as expectativa de vocês para o lançamento? E quais os planos da gravadora pra vocês?

Renato Grinding: Sim, estamos muito felizes em firmar essa parceria com a Diabolicum Records e agradecemos pela aposta deles em nosso trabalho. A expectativa é boa Tempo, Persistência e Fúria é o nosso terceiro trabalho e marca a nova fase da banda com novos integrantes e com letras cantadas em português. Ele foi lançado apenas virtualmente e rendeu ótimos frutos, acreditamos que agora com o lançamento do material físico o desempenho do nosso EP seja melhor ainda. A Diabolicum Records até agora tem mostrado uma grande vontade de trabalhar na divulgação desse material e isso já é um sinal que a parceria tende ser muito produtiva.

Ítalo Brandão: Já temos alguma previsão de lançamento do novo disco?

Renato Grinding: Iniciamos as gravações no dia 23/07 e temos um longo e árduo trabalho pela frente. Não posso dar uma data. Esperamos que até outubro às gravações, mixagem e masterização estejam prontas, mas, daí até o lançamento temos uma outra luta, que é a prensagem, talvez em dezembro, estejamos com tudo pronto, mas, mesmo assim, estou especulando.

Ítalo Brandão: O Que vocês tem a comentar sobre o cenário atual em Relação a shows? Como está a agenda de shows da Grinding?

Renato Grinding
: Bem sobre a oportunidade em tocar ultimamente tenho reclamado bastante, mas, no último mês tenho reparado num aumento dos espaços para a divulgação dos trabalhos de bandas autorais de som extremo, tenho visto a divulgação de muitos eventos em diferentes pontos de São Paulo e da região do ABC Paulista. Isso é ótimo! Nós, como estamos muito envolvidos com a gravação do novo material, estamos devagar com shows, nossa agenda está modesta temos três datas agendadas 24/09 - Festival da Rua Pra Rua em São Bernardo do Campo -SP; 30/09 - Encosta na Quebrada 15 em Americana no interior paulista; 31/10 - AntiMusic 3 em São Paulo capital.

Ítalo Brandão: Quais as bandas que influenciam o Grinding Reaction?

Renato Grinding: As nossas influências são muito variadas ouvimos de tudo, vou citar algumas bandas Madball, Biohazard, Ratos de Porão, Extreme Noise Terror, D.R.I., S.O.D., Obituary, Malevolent Creation, Sepultura, Doom, Trivium, Slayer, Agathocles e por aí vai. Ouvimos bandas de outros estilos também Racionais Mc's, Facção Central, Blues, Rock and Roll, tudo que julgarmos autêntico e que não consideremos apenas um produto para consumo imediato e com prazo de validade curto. Mas, o que mais aparece em nossa música é o Hardcore, o Thrash Metal e algumas linhas mais modernas de Metal, temos um guitarra de 18 anos. Isso na minha forma de analisar o som que fazemos .

Ítalo Brandão: Com certeza alguns bangers não entendem que o banger pode ouvir outros estilos principalmente tendo as influências contra governo que os exemplos citados passam para vocês. O que vocês acham sobre essa ignorância e arrogância que predomina nesse cenário?

Renato Grinding: Cara radicalismo na cena sempre existiu, acredito que pessoas que agem dessa forma, desconsiderando outros estilos musicais, que de uma forma ou outra estimulam a reflexão sobre a realidade, não devem ser levadas em consideração e devem apenas ser ignoradas. A própria merda que elas falam vai acabar sufocando-as!

Ítalo Brandão: Bem, Muito obrigado por responder essas perguntas. espero entrevista-lo em breve apos o lançamento do disco. O que você tem a falar aos leitores?

Renato Grinding: Nós da banda Grinding Reaction é que agradecemos e nós colocamos a disposição. Galera, apoiem a cena underground, ouçam as bandas da sua região e de outras, comprem material dessas bandas, vão aos shows dessas bandas, para o underground conseguir se fortalecer. Um grande abraço a todos!