sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Resenha – do EP “Guerra e Destuição” – 2016 Burnkill


Produção: Rota 976 Studio
Arte de Capa: Robson Acácio
EP Nacional
Nota: 9.0

Nossa cena Metal de alguns anos pra cá vem se fortalecendo e a prova disso está ai para todos verem. Isso é comprovado por grandes surgimentos de bandas autorais, sendo essas mesmas bandas tem uma grande responsabilidade de levar o gênero e as vertentes do Metal ao conhecimento de novos apreciadores futuros. Pois os fatos são reais, um dia as bandas da velha escola deixaram de existir em um futuro próximo, e é onde essas bandas da nova geração terão que se encarregar de dar continuidade ao legado Metal Nacional.

Além de alguns estados brasileiros se tornarem expoentes do Metal Underground local, não posso de deixar de citar o estado de Minas Gerais, eis que a mesma se consolidou devido sua exposição local, revelando nomes importantes na cena Metal. E posso dizer que umas das novas revelações é a banda mineira Burnkill, formada em sua cidade natal Pouso Alegre como um quinteto. O bacana disso que vim conhecer esses jovens músicos através de uma pesquisa, foi onde me deparei com um ‘Single’ de trabalho intitulado “Guerra e Destruição”. Foi daí que pude acompanhar todo o processo da banda, até mesmo realizando algumas audições que estavam em fase de gravação do projeto do EP.

Até a realização desse projeto se concretizar aguardei ansiosamente pelo o lançamento do EP “Guerra e Destruição” e, considero esse projeto como filho recém – nascido em mãos, como eu disse, particularmente tinha realizado algumas audições, e já tinha certeza que me encontraria com algo de bom requinte, pois presenciei  a preocupação da banda em trazer um EP de qualidade.


“Guerra e Destruição” vem recheado de puro Thrash com pitadas de Death Metal rasgado e o bom disso que é cantado em nossa língua pátria, uma das preocupações da banda em trazer suas mensagens em 8 composições autorais que destrincha toda a insanidade e crueldade criado pelo homem atual que se julga superior.
E nas primeiras audições do EP já podemos perceber e captar a mensagem  que a banda Burnkill quer nos passar, onde essas 8 faixas gravadas nesse “Debut” são um tapa na cara da sociedade, transpondo riffs marcantes em suas melodias acompanhados de cantos raivosos tornando suas músicas bem interessantes.
E também não posso deixar de mencionar que a arte de capa desse EP é um ponto forte, porque a mesma transporta respeito, a proposta empregada nesse projeto dando -nos  uma ideia do que podemos encontrar dentro do EP.

“Guerra e Destruição” nos é oferecido como um grande registro de estreia da banda mineira Burnkill, marcando assim sua trajetória na história do Metal Underground Nacional.

Formação:

Antony Daimen (Vocal);
Lucas Maia (Guitarra);
Pablo Henrique (Guitarra);
Jorge Luiz (Baixo);
Anderson de Lima (Bateria)

Tracklist:

1. Corredor da Morte
 2.Vivendo uma Ilusão
3. Guerra e Detruição
4 .Repressão
5. Cadáver do Brasil
6. Tempestade de Horror
7. Chega de Mentiras
8 .Sinfonia da Guerra

Links oficias: