domingo, 15 de abril de 2018

Entrevista com Marcelo Silva (Motion Design)


Em um constante crescimento no mercado mundial, os já famosos "Lyrics Vídeos" vem ganhando um espaço cada vez maior entre os artista(s), e nesse mercado também muito forte no Brasil, um nome em questão vem se destacando e chamando muito atenção pela altíssima qualidade de seus trabalhos. Com isso o blog da Chama do Metal resolveu entrevistar o grande "Motion Design" Marcelo Silva. Acompanhem! a seguir essa matéria:
......................................................................................................

1 - O que exatamente significa o trabalho de um Motion Design?

Marcelo Silva – O trabalho do Motion Design é a capacidade de animar, dar vida e movimento a um projeto gráfico, sendo ele musical ou não. É assim que eu vejo enquanto produção artística, para além de algo técnico.

2 - Você tem se destacado bastante no cenário underground fazendo lyrics vídeos e esse mercado vem crescendo muito mundialmente, o que você cita como fator principal por essa procura cada vez maior para esse tipo de vídeo?

Marcelo Silva – É um caminho bem sofisticado de mostrar o melhor de um trabalho musical. O público vai ler e aprender sua música e você ainda vai chamar bastante atenção de produtores e agencias de eventos, pois com ele mostra que sua a banda não está para brincadeira.

3 – A estética desse tipo de vídeo você acha também que ajuda a exercer um grande fascínio no público? Diria até mesmo uma certa nostalgia, pois desde crianças temos um vínculo com desenhos animados, revistas em quadrinhos...
 
Marcelo Silva – Sim, a ideia de movimentar o trabalho é para que possamos ter o que a gente vê na televisão. Posso dizer que esse universo de quadrinhos e animações também são referências minhas. Gosto de pensar os lyrics como uma história onde o roteiro é por minha conta.

4 - Quando uma banda lhe procura, que material a mesma tem de disponibilizar para uma ótima qualidade de um lyric vídeo?

Marcelo Silva – Em primeiro lugar um bom vídeo depende muito do material gráfico que a banda disponibiliza. Uma bela capa e uma música bem gravada são fatores essenciais para que esse tipo de material chame atenção. Mas o que é um pré-requisito para a qualidade do trabalho é um projeto gráfico aberto. Diria que é exatamente isso o que pode limitar meu trabalho.

5 - Você me falou que muitas bandas as vezes apenas possuem a logo, nesse caso o que você faz para contornar essa situação?

Marcelo Silva – Primeiro eu entro em acordo com ela sobre o que podemos fazer. Explico o que pode ser feito, dou ideias e mostro referências, para assim chegarmos juntos em alguma identidade visual. Geralmente procuro imagens livres de direitos autorais (texturas, cenários) para daí colocar os efeitos em cena.

6 - Quando acontece esse tipo de coisa ficando até mesmo a confecção total da arte gráfica nas suas mãos, certamente o lyric vídeo se torna mais caro, qual a forma de encaixar esse valor dentro do orçamento da banda? 

Marcelo Silva – Pois é, nesse caso o meu trabalho se amplia e geralmente a banda entende que o processo de produção será maior. Com isso mostro um caminho de etapas a seguir e um bom plano financeiro que funcione para ambas partes. Eu tento ajudar no que posso e até onde posso. 

7 - Dar vida a uma música, ilustrar toda uma proposta musical de uma banda em uma arte visual certamente é fascinante!!! Foi isso que atraiu você para esse tipo de trabalho?

Marcelo Silva – Com certeza, a forma que esse tipo de material é apresentável é única. Eu lembro de quando vi a interface do programa pela primeira vez, foi amor à primeira vista. Hahahaha.

8 - O fato em você ser músico, ajuda de certa forma ter uma noção maior da mensagem visual que a banda deseja passar?

Marcelo Silva – Sim, antes de seguir essa carreira tive algumas bandas que serviram de escola. Mas foi principalmente na última delas que encontrei as pessoas certas para dar aquele empurrãozinho. Tem que se ter três visões: a de artista, a de músico da banda e a do público.

[Nota do Editor: Marcelo Silva foi baixista na banda Matakabra]

9 - Normalmente em quanto tempo ou dias é necessário para a confecção total do projeto?

Marcelo Silva – Estando tudo certo com o material disponibilizado pela banda, o trabalho dura no máximo um mês e meio. Nos casos onde inicio do zero, levo mais ou menos dois meses e meio para finaliza-lo.

10 - Durante esse tempo você vai passando detalhes do vídeo para a banda um rascunho digamos assim de como ficará ao finalizar o projeto?

Marcelo Silva – Geralmente eu faço toda a parte de movimentação antes de mostra-lo pela primeira vez a banda. Em seguida conversamos sobre os detalhes e possíveis ajustes em outra versão. Após isso finalizo o vídeo. É um processo importante, por isso é necessário que a banda fique sempre por dentro do que está sendo feito.

11 - Já apareceu algum trabalho para o mercado internacional?
 
Marcelo Silva – Sim, mas no momento não posso dar detalhes. Hahahaha. Só posso adiantar que vem um da Europa e outro da América do sul.

12 - O seu trabalho é voltado mais para bandas de Rock/Metal, aceitaria fazer trabalhos para artista(s) que não fossem desse meio?

Marcelo Silva – Trabalho com qualquer tipo de público, todos podem ter um vídeo meu.

13 - Agradeço a atenção. O espaço é seu. Deixe suas considerações.

Marcelo Silva – Fico bastante feliz com a repercussão que o meu trabalho tem tido. Posso dizer que a experiência que passei a acumular 10 anos atrás quando comecei a utilizar o Photoshop para minhas primeiras bandas foram o start. O que fiz na banda Trawma HC foi uma escola tão importante, quanto o que tenho desenvolvido agora. Meu primeiro Lyric vídeo foi o Prole da banda Matakabra e ele marca uma virada na minha história, o início desde tipo de trabalho. Essa confiança que os amigos depositaram em mim foi muito importante. Da mesma forma que pessoas como o Cristiano Borges, Alcides Burn e Andreas Zaia ainda tem feito diferença.


Abaixo um dos Trabalhos recentes de Marcelo Silva:


Mais Informações:
 
Facebook: MarceloSilvaMD 
Portfólio